quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Senhor, Abra Os Meus Olhos Para Que Eu Veja!

O profeta Eliseu mais uma vez foi usado por Deus para que a glória do Senhor fosse manifesta. Naquela época havia guerra entre a Síria e Israel. Cada vez que o rei da Síria planejava algo contra Israel, o Senhor revelava os planos a Eliseu que prontamente informava ao rei de Israel e, com isto, as intenções do rei da Síria eram frustradas. Como esse fato turbou o coração do rei da Síria, este mandou saber quem dos dele era contra ele. A resposta, que veio prontamente, o irritou: a pessoa responsável pelas revelações dos seus planos era Eliseu.

Tendo o rei da Síria descoberto que Eliseu estava na cidade de Dota, enviou para lá cavalos, carros e fortes tropas, um grande exército muito bem armado, para capturar Eliseu e levá-lo preso. Num determinado dia, tendo Geazi levantado bem cedo, saiu e teve uma desagradável surpresa: aquele poderoso exército do rei da Síria havia cercado a cidade para subjugá-la. Diante dos fatos, o moço de Eliseu entra em desespero e volta-se para o profeta perguntando o que se deveria fazer.

Certamente aquele fato não foi um caso isolado. Muitas vezes nos deparamos com situações semelhantes, nas quais, mesmo estando nos caminhos do Senhor, nos vemos diante de grande aperto e constrangimento, quando o inimigo das nossas almas se levanta contra nós de forma ameaçadora, com a intenção de nos paralisar e derrotar. Nessas horas, em que a realidade nos mostra toda a má intenção do maligno contra nós, nossa casa e os nossos, o que devemos fazer? Como devemos nos portar para sairmos vitoriosos? O texto bíblico, através das atitudes de Eliseu e Geazi, nos dá algumas direções importantes quanto à nossa vitória diante dos desafios...

-A visão de Geazi; a visão das realidades; uma visão de problemas

A visão de Geazi representa a visão humana da realidade, dos fatos concretos à nossa volta. Representa a visão carnal dos problemas e dificuldades. Geazi está focado nas circunstâncias ao redor, recebendo toda informação que tais situações pretendem transmitir, principalmente as relativas às suas limitações e ao poderio do inimigo. É a visão do homem comum, limitado ao seu entendimento e à sua capacidade de avaliar e resolver os problemas. É a visão apoiada nos paradigmas e valores humanos, formados a partir das experiências pessoais do indivíduo, principalmente as ruins, dolorosas e frustrantes.

A visão de Geazi é aquela que está limitada aos problemas e não consegue captar as visões superiores, as que trazem as imagens do alto, do céu. Com a visão de Geazi a pessoa fica a mercê das dificuldades e circunstâncias adversas, tornando-se limitada, frustrada e desistida, muitas vezes. A visão de Geazi não é só a visão centrada no problema e na crise, mas é também promotora de problemas e crises na vida de seus possuidores.

-Visão de Eliseu; a visão da verdade; uma visão de soluções

A visão de Eliseu representa a visão profética, a visão da verdade em relação à realidade e aos fatos que nos cercam. Representa a visão espiritualmente correta dos problemas. É a visão do homem espiritual, apoiada na verdade de Deus a respeito dos fatos e não na humanidade da pessoa. É a visão que detecta a realidade, mas impulsiona para a verdade espiritual que está em Deus, isto é: aponta para a solução.

Enquanto a visão de Geazi se concentra nos problemas e neles mergulha, a de Eliseu aponta para a solução, para os livramentos e provisões sobrenaturais de Deus. A visão profética traz as soluções sobrenaturais e manifesta a glória do Todo-Poderoso. Geazi só viu o problema, mas Eliseu diante do problema pôde ver a solução e atrair a glória de Deus. Aleluia!

-Deixar o medo para fluir na visão profética

Dentre muitos fatores, vemos que o medo é um grande aliado à visão de Geazi. Sempre que o medo aparece junto com os desafios, os olhos proféticos são obscurecidos e a visão de Geazi se manifesta. Já aprendemos que o medo é o contrário da fé, tornando-se, portanto, parceiro da incredulidade. O medo limita a visão ao plano da realidade, dos problemas e impossibilidades.Geazi manifestou medo do inimigo e não fé em Deus. Ele viu a realidade, mas o seu medo o prendeu ao problema e o deixou desesperado e inseguro quanto à solução. Por isso o profeta Eliseu o exortou a não ter medo, para que ele pudesse ver a provisão e o livramento do Senhor.

Muitos cristãos estão caminhando com a visão de Geazi, isto é: vazios de fé e paralisados diante dos desafios por causa do medo que lhes aflige. O medo sempre faz os olhos da pessoa se fixarem nos problemas, nas dificuldades e nas suas limitações pessoais, afastando-a da visão profética, inviabilizando a solução. Toda vez que o medo opera, a fé é paralisada e a visão de problemas se abre.

Precisamos ativar a nossa memória profética, isto é: a nossa memória das promessas e decretos de Deus a nosso respeito, para que a nossa fé se fortaleça, o medo e a insegurança saiam, e a nossa visão profética seja ativada diante dos problemas e adversidades. Diante das realidades, ou seja: de cada necessidade ou problema que cruzar nossos caminhos, precisamos desenvolver uma visão da verdade de Deus a respeito daquele fato, uma visão profética da solução divina e, cheios de fé, proclamarmos o que Deus vê em relação àquela realidade.

Creia que, independente da realidade apresentada no seu casamento, família, liderança, finanças, etc, há uma visão profética de bênçãos a seu respeito, que está no coração de Deus e que Ele quer que encha os seus olhos e seja destilada pelos seus lábios, para que a solução venha e a glória dEle seja manifesta. Recuse-se a ser paralisado pelo medo diante das realidades indesejáveis e ative seus olhos da fé, os olhos proféticos da vitória, em nome de Jesus. Amém.

(por Aurélio&Susana Santos)

E orou Eliseu, e disse: SENHOR, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o SENHOR abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu (2 Reis 6:17).

Texto relacionado:
Não tenha medo

Nenhum comentário:

Procurando algo? Utilize a pesquisa abaixo:
Google